Obesidade (II) : Signo Ascendente

Dentro do grupo de pesquisa sobre obesidade que tenho estudado, atualmente, consegui 711 pessoas com índice de massa corporal (IMC) acima  30 até 54. Leia mais sobre massa corporal no Wikipedia.

O nosso atual banco de dados foi conseguido na internet, para datas mais modernas, e somado a um outro conseguido por pesquisa anterior em 1998. Isso permitiu estender os resultados a uma faixa de tempo de nascimentos desde 1920 a 2005. Trata-se de uma amostragem considerada muito ampla e bem sedimentada, pois permitiu que se fizesse a análise estatística até saturno que tem translação em torno do zodíaco em torno de 29 anos (período orbital). Naturalmente, que a inclusão de urano, netuno e plutão puderam ser feitas não por signos, mas por aspectos com os demais planetas e não entre si, pois são geracionais. Para diminuir o viés de tendências, comparou-se todo esse grupo de dados com outros 20000 mapas aleatórios gerados para o mesmo padrão dos dados básicos de obesidade.

Então vamos falar hoje dos resultados atingidos em 2016 sobre o desenvolvimento de obesidade. A pesquisa considerou os dados obtidos com os obesos diminuídos da média global dos 20 mil mapas aleatórios. O gráfico abaixo relata sobre o Ascendente.

SigAsc

O gráfico é divido em duas regiões: fatores positivos e de fatores negativos de obesidade por signo. Fatores positivos para obesidade são aqueles que mostram a probabilidade de um obeso estar entre 0 a 1 e de zero a -1, para a obesidade ocorrer nos signos indicados. Os obesos tendem a ter os signos indicados na região de fatores positivos e ter falta proporcional nos signos mostrados na região inferior do mapa. Todas essas probabilidades positivas e negativas somam zero ao final. Por exemplos, o ascendente em Aquário mostrou o fator de +0,5. Isso é 50% de todos os mapas de pessoas obesas que estavam na pesquisa tinham o ascendente em Aquário.

Desta forma, temos a seguinte distribuição resultante dessa pesquisa sobre o Asc:

Aquário = 50%;  Áries = 20% ; Leão = 10%

E faltaram no grupo dos obesos os seguintes ascendentes (fatores negativos):

Virgem = -34%;  Libra= -24%; Escorpião:=  -20%;

Deve-se tomar muito cuidado com a interpretação direta desses dados, pois uma coisa é o Ascendente e outra coisa é o posicionamento de outros astros, como o Sol e a Lua nos diversos signos. Trarei esses comentários oportunamente, em outras publicações.

O Ascendente está ligado ao corpo físico e a sua aparência, portanto, faz sentido que Aquário, um signo normalmente despreocupado com o corpo físico esteja no Ascendente, mas por que os signos de fogo, Áries e Leão, também estão aí? Podemos fazer ilações que Leão é um signo fixo e de fogo e que isso o estaria  fazendo ficar mais parado do que exercitando, e se tornando compulsivo ao se alimentar. Mas, Áries é um signo de fogo, ardente, cheio de energia. Parece nesse caso de Áries, o obesidade corporal tem mais a ver com a compulsividade para se alimentar, buscando reservas calóricas. Caso não possa exercitar, a gordura se acumula. Com base nessas análises, começamos a ver que os signos nos dão dicas de como a obesidade tem se manifestado.

É interessante notar a ausência de certos signos entre os obesos, como o signo de virgem no Asc. A astrologia clássica nos diz que esse signo discrimina muito e analisa bem as coisas na vida. Naturalmente, que a indicação da pesquisa o coloca em primeiro lugar na sua ausência entre os obesos. Mas por que Libra e Escorpião? Libra é um signo que preza pela aparência externa e escorpião pela sexualidade. Talvez essas explicações sejam razoáveis.

Um astrólogo normal, incluindo eu mesmo, poderia errar nessas indicações por termos generalizado muito os matizes que os signos dão. A pesquisa tem mostrado, que nossas interpretações podem ser consideradas muito genéricas e que precisamos de dados mais estatísticos de nossos clientes para podermos emitir opiniões mais acertadas.

Mas nada disso invalida a astrologia que praticamos, ela nos dá subsídio para avaliar caso a caso. Ao contrário dessa generalização que fazemos da astrologia, não podemos de forma alguma pensar que Touro no Ascendente dos obesos esteja faltando, tanto positivamente, quanto negativamente. Esse signo realmente aparece em outras situações nos casos estudados, por exemplo no MC. Aí não estamos lidando com o corpo físico privativo como o Ascendente trata, mas do corpo social, aquele que a sociedade nos faz impor. Essa posição, com Touro e Escorpião, é a que promove que uma pessoa engorde, assim como Júpiter em Touro. Mas isso discutiremos mais à frente, nessa série de crônicas que dedicarei a obesidade.

===

Publicações sobre a obesidade:

  1. Obesidade (I): Previsível pela Astrologia!
  2. Obesidade (II): Signo Ascendente.

Se você ainda não participou de nosso banco de dados de pesquisa da obesidade, por favor inscreva-se… LINK

===

Participe do Grupo ASTROTENDENCIA

Consultas: Adon Saleeby

 

4 thoughts on “Obesidade (II) : Signo Ascendente”

  1. Entendi as considerações sobre os signos ascendentes. O Ascendente Aquário está o mais intenso em relação à obesidade. Agora estou estudando o post Obesidade (III). Bom dia!

    1. Infelizmente, tenho que decepcioná-la quanto ao touro no ascendente. A frequência de touro é positiva, mas é fraca com relação ao ascendente. O interessante é que Touro e Escorpião para o MC é proeminente. Astrologicamente, isso quer dizer literalmente aqueles que fazem a sua imagem profissional aliadas a esses dois signos engordam. Vejo uma certa coerência com isso. Mas o que mais me incomodou como astrólogo nessa pesquisa com obesos é pouco prevalência do sol em Touro. Isso realmente é de tirar o chapéu, pela astrologia clássica não dá para explicar isso. E olha que não foram poucos dados estudados, forma mais de 750 casos. Agora vou esperar ter um grupo maior de obesos para poder comparar.

Deixe uma resposta