Sexualidade pela Astrologia Horária

LewisCarroll

Em nosso grupo do Facebook temos um serviço interessante de astrologia horária com recebimento de perguntas horárias anônimas para análise em nossos seminários. Estudamos essas questões com a finalidade de aprendizagem do uso moderno da astrologia horária. Há uma pesquisa em curso, em que queremos provar que os mapas horários são gerados na cabeça do querente, com o estado cósmico de onde a pergunta foi gerada e o horário de lá. Isso é importante, pois alguns astrólogos horários famosos seguem uma linha polêmica de se fazer a horária no momento em que se entendeu a pergunta. Aí, eu pergunto a pergunta horária é do astrólogo ou do querente?

Pois é, um dos mapas que recebi anonimamente me surpreendeu pela originalidade da pergunta. Ele é um dos que comprovaram claramente que o mapa gerado era próprio do estado cósmico em que o querente estava inserido.  Eis a pergunta

“Lewis Carroll era pedófilo? Se sim, chegou a consumar os atos?”

E o querente continua sua explicação assim: Lewis Caroll, autor de Alice no País das Maravilhas, tinha certo fascínio por meninas pequenas e costumava fotografa­las, até mesmo sem roupa. Alice Liddel foi uma delas e inspirou a obra que fez tanto sucesso. Lewis era realmente pedófilo? 

Vocês podem ler algo mais profundo sobre o Lewis Carroll no seguinte site, onde se analisam psicologicamente as suas atitudes e vão  ver que ele era meio estranho mesmo. Aliás, toda a sua obra fantasiosa com transformações irreais, brincadeiras com a temporalidade, vivificação de seres inanimados entre outras genialidades era algo bem avançado para a era vitoriana. Coisas de um aquariano bem arretado. Não é a toa que se livro é um dos mais famosos do mundo.

Eis o Mapa Horário.

Analisando o estado cósmico do querente vemos de início que o ascendente em escorpião com Marte em domicilio em escorpião, está bem dentro da casa 1, e, assim, qualifica a sexualidade como preocupação do momento para o querente. Marte é sexualidade masculina. Escorpião é fundamentalmente sexo.  O outro regente de Escorpião é Plutão na terceira, em capricórnio, regida por Saturno retrógrado em Sagitário. Terceira casa é livro, o próprio livro Alice no País das Maravilhas. Plutão é sexo no contexto do livro, mas escondido (saturno) em sagitário (puritanismo vitoriano e religioso). Vejam que isso também é revelado pela oposição de Plutão a lua nova em câncer (proteção familiar), conjunta a mercúrio (criança) e vênus (amor). E tudo na nona casa.  Se leram o texto indicado acima, vão ver que o Carroll tinha intensões sexuais com a Alice. A família dela em algum momento quebrou a relação com ele por fatos não conhecidos.

Uma casa para se ver a sexualidade nos mapas astrais é a oitava. Nasce em Gêmeos, regida por mercúrio. Esse é o símbolo maior da sexualização revelada. A querente definitivamente pensava no sexo infantil do Carroll.

Há ainda mais informações sobre essa questão do sexo contido, com o trígono de Júpiter no signo de virgem (puritanismo pueril) a Plutão e que se opõe aos sonhos nebulosos de Netuno na quinta casa em Peixes. Bem, dentro da temática da pergunta. Isso prova a minha tese que a pergunta horária é fundamentada na geração da pergunta pelo querente e não na fantasia do astrólogo gerando a pergunta quando ele a entende.

Essa análise do estado cósmico da querente, também acredito ser a resposta da pergunta horária. Sim, Carroll tinha tendências à pedofilia e bem fortes. O fato da lua estar combusta logo após a lua nova, mostra que o lado sexual (busca da mulher na figura de crianças) era confuso e poderia quase ter chegado a via de fatos se não houvesse o afastamento da criança na época. Devido ao primeiro aspecto dessa lua ser um aspecto de oposição a plutão, a Alice se transformou em um livro, com as características, plutonianas de morte e transformação, retornando ao renascimento, mas nas conceituações clássicas de puritanismo hipócrita e realidade fantasiosa.

Acredito, que Carroll se colocou na sua famosa história, na figura do “Coelho Branco” e todo o seu problema com o tempo com o seu relógio (Saturno regendo a casa do livro no mapa) que dá a eterna sensação de estar atrasado com necessidade de correr. Não se esqueçam que o coelho é um simbolo sexual da fertilidade, daí a sua presença na páscoa. Aliás, todas demais personagens trazem as características dele, é um dos livros mais enigmáticos que existe. E Hollywood o sabe explorar. No entanto, a sensação de atraso continuado é uma coisa muito característica no mapa natal de Caroll, por ter um excesso de planetas no primeiro quadrante, por isso ele não conseguiu sair da primeira infância. Por haver muitos planetas na casa que rege a boca (2a casa), ele era gago, mas não gagejava quando falava com as crianças. Isso é um sinal forte psicológico de se manter afastados os adultos de sua época. Era um lunático também, com lua no Ascendente, isso gera fixação no corpo feminino principalmente nos seios. As fotos dele representam isso. Como aquariano ele não fugiu à astrologia, pois tratava-se um excêntrico gênio, como mostra seu mapa natal. Mas que tinha tendências pedófilas pela astrologia, disso eu não tenho dúvidas.


Participe do Grupo ASTROTENDENCIA
Consultas: ADON SALEEBY

Se gostou, por favor, curta e retransmita a mensagem. Logo abaixo tem um botão que você pode fazer isso facilmente.  Deixe seus comentários, críticas e faça suas sugestões, também no FaceBook.
Grato.
Adon

 

2 thoughts on “Sexualidade pela Astrologia Horária”

Deixe uma resposta